O Município de Itariri foi criado no ano de 1948 através da Lei nº 233. O nome da cidade têm origem indígena e significa: Ita= pedra e riri=miúda, ainda, segundo alguns especialistas riri pode significar “que rolam”, ou seja Itariri quer dizer “Pedras miúdas” ou “Pedras que Rolam”. O movimento que nasceu da magnífica campanha de emancipação realizada em 1947 e liderada pelos senhores Francisco Ribeiro Botelho, Henrique Bojikian, Henrique Ferreira Monteiro, Francisco Benedito Barone, Osmar Ferreira Fortuna, João Aristóteles de Andrade e Heicho Fukuti. A região que em 1880, foi denominada Rio do Azeite, pertencia a freguesia da Prainha, hoje cidade de Miracatu sob jurisdição de Iguape. Joaquim Nardes e Fortunato de Tal, foram os primeiros moradores, e foram atraídos pelas terras férteis, fauna em abundância e belos rios. O local foi marcado definitivamente com a inauguração em 1914, da estrada de ferro Santos-Juquiá. A ferrovia foi construída em terras adquiridas de Joaquim Nardes e no local se construiu uma estação e ao seu redor surgiu a vila. Em 1915, várias famílias de imigrantes japoneses se estabeleceram na região. Dentre elas a família do Sr. Guensho Oshiro. Nessa época José Ferreira Franco, comprou terras de Joaquim Nardes e Benedito Muniz, nas vizinhanças da estação ferroviária. Neste local surgiram as primeiras casas do povoado. Em 1925, foi construída a Capela de São Benedito, em terreno doado por Benedito Muniz. Neste mesmo ano foi construída a primeira escola de ensino primário. Em 1938, criou-se o distrito de Paz, pertencente ao município de Itanhaem, Comarca de Santos. A estação de embarque e desembarque da ferrovia recebeu então o nome de Itariri, que tornou-se popular entre todos aqueles que utilizavam o trem e passavam pelo local. A primeira capela de Itariri surge no ano de 1925. É a Igreja Católica de São Benedito, hoje patrimônio histórico do município. A escolha do padroeiro se dá em razão de uma homenagem ao doador do terreno, onde foi erguido o prédio religioso. Tratava-se de Benedito Muniz, morto em 1919. Para educação de seus moradores e desenvolvimento do vilarejo, em junho de 1936 é criada a primeira escola com nome de Grupo Escolar de Itariri. Mas de uma década depois, o colégio passa a se chamar Padre Leonardo Nunes em homenagem a um dos primeiros Jesuítas desbravadores da região. O ano de 1938 é uma data importante na história de Itariri. Sob a administração de Itanhaem e jurisdição de Santos, o núcleo é elevado à categoria de Vila pelo decreto 9.775. Já em 1945 a tentativa de emancipação é frustrada pelo motivo dos impostos arrecadados serem baixos para se considerar uma cidade. A Sociedade Amigos de Itariri é formada em 1947 para juntos lutarem pela emancipação do município. O objetivo do grupo é alcançado em 24 de dezembro de 1948 com a criação da Lei 233, que eleva Itariri à categoria de município. Em primeiro de janeiro de 1949, o então Presidente da Câmara Municipal de Itanhaem, Octacílio Dantas, realiza a sessão solene de instalação do município, no Grupo Escolar Padre Leonardo Nunes. Três meses depois, é feita a primeira eleição para escolha do prefeito e vereadores da nova cidade. Quem obteve a vitória foi o candidato José de Almeida Siqueira, tornando-se o primeiro prefeito de Itariri. Como a posse do prefeito e vereadores se deu no dia 9 de abril de 1949, desde então nesta data, se comemora o aniversário de Itariri.

Compartilhe!